terça-feira, 12 de maio de 2015

At Zappos, 210 employees decide to leave rather than work with ‘no bosses’ - The Washington Post

210 funcionários ou cerca de 14% da força de trabalho da empresa Zappos, tem desistido com indenizações sobre o comando Holacrático do CEO Tony Hsieh, uma filosofia de negócios que visualiza a empresa operar sem os gestores tradicionais. "Os sistemas Holacratico têm uma história de falhar por uma razão ou outra, e são notoriamente difíceis de escalabilidade", escreve Alison Griswold. Do Washington Post.



At Zappos, 210 employees decide to leave rather than work with ‘no bosses’ - The Washington Post:









'via Blog this'