quarta-feira, 31 de março de 2010

Uma inovação baseada na filosofia JTBD

Após algum tempo venho observando um problema das pessoas. Como todo mundo sabe o Brasil como país tropical possui muitas cidades que sofrem de chuvas intensas, além de chuvas em algumas cidades elas se juntam a ventos fortes, e isso é realmente chato. Não é preciso imaginar, quase todos temos passado por essa experiência.
Tenho visto muitos inventos sobre guarda-chuva e vejo que a coisa estava muito focada na voz do cliente e não na tarefa que o cliente desejava realizar.
Veja as imagens abaixo, todas elas são circunstâncias dos usuários do lendário guarda-chuva e também soluções focadas em fazer um melhor guarda-chuva e as necessidades que as pessoas identificaram no tempo.




O nubrella mostra que a aplicação do princípio jobs to be done (JTBD) leva a criar soluções verdadeiramente inovadoras mesmo tendo muita gente que ridiculariza o conceito, esta traz uma nova forma de solução para a tarefa de proteger as pessoas da chuva. Talvez esteja faltando solucionar as tarefas emocionais (pessoais e sociais) e não somente as funcionais. A proposta pode demorar em difundir-se porém ela é uma inovação com grande potencial de criar questionamentos para o conceito de guarda-chuva que por séculos utilizamos. Pode ser o início da uma descontinuidade.



No site www.nubrella.com tem entrevistas na ABC news e mais informações sobre o produto.

Ver video no youtube.