quinta-feira, 26 de julho de 2012

Bill Gates calls for massive increase in energy research | Green Tech - CNET News

Bill Gates calls for massive increase in energy research | Green Tech - CNET News:

'via Blog this'

Os Gates (Melinda e Bill) administram mais de U$ 60 bilhões em filantropia, alguns destes bilhões vieram de um amigo de Bill, Warren Buffett. Este é o novo perfil da filantropia, o interessante é que ambos não acreditam em deixar fortunas obscenas a seus descendentes. Bill Gates na sua cruzada por um mundo melhor tem-se dedicado a alguns temas cruciais para os Estados Unidos e para o mundo, Educação, Saúde e agora Energia. 

Bill Gates em voz de advertência no seu artigo na revista science, reclama que os investimentos em P&D em fontes de energia limpa deveriam aumentar de 5 bilhões (hoje) para 16 bilhões para manter a liderança americana.

O modelo de destruição criativa de Schumpeter prevê que a inovação é sem dúvida catastrófica para setores inteiros. O petróleo é o alvo atual. Devemos ter uma mente aberta e estar preparados para mudanças de paradigmas. O professor Prahalad disse em certa oportunidade, não foi necessário acabar com as pedras para sairmos da idade da pedra. Susan Hockfield quando assumiu a presidência do MIT encomendou uma pesquisa de opinião interna entre professores e pesquisadores sobre os temas de pesquisa para o futuro, o resultado foi obvio, energia é o tema que encabeçou os resultados. Atualmente existem homens de visão e competência que podem transformar o cenário global através de inovações realmente radicais no campo da energia. Inovações surgem em quantidades maiores e cada vez mais rápidas em chegar ao mercado. Os carros elétricos e suas poderosas baterias se tornaram a nova obsessão de alguns países, especialmente hoje são a China, E.U. e Japão, que estão atras das novas tecnologias de armazenamento de energia, e quem sair na frente poderá criar um valor considerável para seus países. O mundo árabe e chaviano financiado pelo petróleo e todo o contexto geopolítico como o conhecemos deverá mudar drasticamente com estas novas tecnologias.

Um fato é que o petróleo mesmo com o pré-sal tem seus anos contados, mesmo com todas as reservas americanas e as que tomaram á força no oriente médio. Sabemos que o mundo não aprende por meios de conscientização, o mercado usa outros meios pedagógicos mais eficazes para mudar os paradigmas. Consumimos cada vez mais petróleo, somente as ondas Schumpeterianas serão as geradoras de mudança do paradigma energia e sustentabilidade. Neste caso a coisa é muito mais séria do que outras ondas que conhecemos. Como se diz o homem foi contagiado pelo american way e ficamos viciados em petróleo e isto vai sair caro para desintoxicar o planeta ou a maioria.

Menos para os tibetanos é claro!.